Elas Não Sabem o que Dizem – Virginia Woolf as Mulheres e a Psicanálise – Maud Mannoni

 

Sinopse: Tanto Virginia Woolf como Maud Mannoni tiveram seus mundos ligados à psicanálise. Virginia, como editora, chegou a publicar livros de psicanálise, inclusive do próprio Freud; Maud participou da grande expansão da psicanálise francesa, na época de Jacques Lacan, sendo também amiga de Winnicott e de Laing. Último livro escrito por Maud Mannoni (1923-98), realiza o encontro das duas autoras, duas mulheres que dedicaram suas vidas a amar o Outro, lugar da verdade e do desejo, autoras que levaram às últimas conseqüências a escolha impossível de sustentar esse confronto permanente com o Real, tornando-se, por isso, mulheres que sabem o que dizem…

Resenha: Escrito pela famosa psicanalista francesa Maud Mannoni (que fora apresentada aqui no blog na resenha “O Nomeável e o Inominável: a última palavra da vida“), esse pequeno livro de 126 páginas é uma discussão sobre  a essência feminina no existir, isto é, quem é a mulher na humanidade. Fora editado por JORGE ZAHAR na série “Transmissão da Psicanálise”, no ano de 1999. O Livro divide-se em uma Apresentação, seguida de 7 capítulos, somados  a uma Bibliografia e três índices: Onomático, Dos casos e livros citados e  Remissivo.

Utilizando-se das obras da excelentíssima escritora londrina Virginia Woolf, a autora Mannoni parte para uma comparação profundamente psicanalítica ao analisar preconceitos sexistas sobre quem é a mulher, sua fala e seu silêncio. Mannoni analisa a visão de Woolf em relação a Freud, enquanto também faz ressurgir as contribuições de Melaine Klein, Lacan, Charcot entre outros.

No Capitulo inicial ~ O Nascimento da Escritora ~ Mannoni apresenta-nos uma breve biografia de Woolf, mencionando seu suicido e seus traumas causados pelo abuso sexual de dois meio-irmãos. Faz-se um pequeno resumo da obra de Woolf em relação ao trabalho Freudiano.

No Segundo capítulo ~ O peso do passado no presente ~ é-nos contado mais profundamente a perspectiva de Woolf em realção à psicanálise, especialmente quando a mesma busca em Melaine Klein e em Françoise Dolto, a força para construir suas considerações. Deve-se ressaltar aqui que Woolf apresenta essas argumentações de uma forma literária.

No Terceiro capítulo ~ Uma linguagem sem palavras ~ o silêncio se torna o cerne da visão de Woolf, quando a mesma critica o não falar das mulheres, seja esse um ato voluntário, seja esse um ato de ‘violência branca’.

No Quarto capítulo ~ Entre fome e desejo ~ O Livro ” Um teto todo seu” se torna o ponto de discussão, uma vez que ele continua o debate de Passeio ao Farol, e abre portas às conversas político-sociais do feminismo nascente.

No Quinto capítulo ~ O desaparecimento da mãe ~ O sentimento ambivalente e agridoce que Woolf nutria pela obre freudiana continua mais perturbador do que antes, e a escritora, no horror da guerra, começa a se perguntar sobre a Mãe e seu papel na teoria de Freud, e questioná-lo sobre o quão legítimo é isso.

No Sexto capítulo ~ A mulher existe ~ Woolf questiona o acesso das mulheres à Escrita, consequentemente, levando-nos a questionar quais outros acessos lhes são negados. Mannoni utiliza de Woolf para questionar a observação lacaniana da não existência da mulher tanto quanto questionar a própria histeria.

No Sétimo e último capítulo ~ A Revolta ~ Mannoni traz Woolf para discutir se “as mulheres filosoficamente não são tratadas como indivíduos.” e discursa sobre a necessidade de mudar as situações e lugares em que a mulher não se encontra ou lhe tem permissão de acesso. è nesse capitulo que Mannoni fecha suas considerações abordando a necessidade da reflexão sobre quem é a mulher e o que ela quer.

Percebemos que o Texto nos traz uma boa reflexão sobre conteúdos importantes sobre o ser feminino no tempo e espaço “transdimensional”. Por isso, é uma boa pedida para conhecer a ideia da psicanálise através da literatura de  Woolf

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s